sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Flagrante de uma escola rural que hoje está em ruínas

Escola de Várzea dos Evaristos com a professora Nenzinha Macedo (à direita, de vestido estampado). Hoje, o prédio está em ruínas, não funciona por falta de alunos, que devido o advento do ônibus escolar, passaram a estudar na zona urbana. O blogueiro agradece a quem identificar os alunos (reprodução do acervo familiar de Antonio Amaro).
*"Escola de Várzea dos Evaristos com a professora Nenzinha Macedo (à direita, de vestido estampado). Prédio escolar pertencente ao estado e cedido o município, atualmente com suas atividades paralizadas por falta de alunos. A aluna que está com a criança em sua frente é a minha querida e saudosa mãe a grande e inesquecível professora Cicera Medeiros. A mesma foi aluna daquela escola e foi também por muito tempo professora, alfabetizou e ensinou a centenas de alunos, inclusive seus 06 filhos Francisco de Assis (Chico de Alonço Agricultor)), Ana Rubia (agente comunitária de saúdes), OS gemeos Elio Medeiros ( Diretor do Centro Rural) e Eliene Medeiros ( professora), Maria Sueli ( agente comunitária de saúde) e Maria Cláúdia ( ASG). Todos educados dentro dos principios, da moral e dos bons costumes e por são hoje todos cidadãos de bem e prestadores assim como ela foi de serviços a comunidade cerrocoraense. Ela foi uma pessoa que só plantou boas sementes por isso os frutos são de excelente qualidade. Eternas saudades dessa grande mãe, esposa, profissional dedicada, amiga e solidária".

* Comentário feito no Facebook, a partir de link do blog.

Um comentário:

Jonas do Brasil disse...

Esta escola foi construída em terreno doado por meu pai, Antonio Alexandre, está abandonada a mais de 20 anos, sua última professora foi Cícera Evaristo. Infelizmente, a corrida para os centros urbanos provocam essas situações.

Jonas Dantas.