domingo, 13 de junho de 2021

Rodolfo Guedes chega a dez dias de internação hospitalar

O presidente da Câmara Municipal de Cerro Corá, vereador Rodolfo Guedes (Republicanos), faz dez dias de internação nesta segunda-feira (14), no Hospital do Coração, em Natal, onde enfrenta o coronavírus.

Em redes sociais, a irmã Luciana Guedes acompanha o quadro de saúde do político cerrocoraense, informando a parentes e amigos como anda o tratamento diário dele. 

Ela informou às 18h12 deste domingo (13), que as notícias sobre o estado de saúde de Rodolfo Guedes  "são de uma melhora na ventilação, mas ainda não é suficiente para extubar".

A irmã dele dizia que "a pressão arterial durante o dia esteve instável e ajustada com medicação"

Segundo ela, o quadro do paciente "ainda é grave, mas permaneçamos em orações".

Prefeitura emite moção de pesar por morte de Bruno Gomes

A Prefeitura de Cerro Corá emite nota de pesar pela morte de  Rivaldo Bruno Gomes de Maria, que sofreu um acidente, enquanto manuseava uma máquina de solda elétrica, em casa. Tinha 22 anos e era primo do vice-prefeito Emanoel Gomes, "Elzinho", mas trabalhava na distribuidora de gás de cozinha de Raimundo Gomes, mais conhecido como "Raimundo do Gás".

A primeira vez do GPK no Matutão (VI)

Reinaldo (quarto agachado à direita) no ABC, vestiu camisa de Parnamirim no Matutão (arquivo - Ribamar Cavalcante)

Cerro Corá desiste e Areia Branca é campeã contra selecionado de Parnamirim

Por José Vanilson Julião

Mesmo  diante do quadro político de Cerro Corá o DIÁRIO DE NATAL qualifica de “inexplicável” a desistência do time seridoense na terceira fase na quarta-feira, 9/8. O grupo A tem jogo único, Areia Branca 3 x 2 São Gonçalo (sexta-feira, 11), e aponta o primeiro finalista.

Também no Juvenal Lamartine o “B” (quinta-feira, 10/8) Santa Cruz 1 x 1 São Sebastião/Nova Cruz: 0 x 0 (prorrogação) e 5 x 1 (tiros livres) e Parnamirim 0 x 0 São Sebastião (dia 11). Decisão do terceiro lugar: São Gonçalo 1 x 0 Santa Cruz, gol de Marreco (do Riachuelo), na preliminar da decisão.

A final: Areia Branca 4 x 3 Parnamirim (domingo, 13/8). Gols: Reinaldo 10 e 73, Ferreira 41, Jonas 49, 59 e Giezi 80. Prorrogação: Fernando (19/2). Árbitro: Guaraci Augusto Picado. Auxiliares: Nelson Luzia da Silva e Wellington Ramos. Renda: Cr$ 2.504,00.

Areia Branca: Almir, Vildomar 'Paitabom' (Liquinho), Beck, Mundinho, Mendonca, Mazinho, Barbosa, Ferreira, Jonas, Félix e Fernando. Entra Marrom.

Parnamirim: Frazão, White, Dandão (falecido recentemente), Chagas, Reginaldo, Valter, Henrique, Giezi, Zé Luís, Reinaldo e Jairo. O treinador Antonio Basílio ainda coloca Neir e Pedro França.

O governador José Cortez de Araújo Pereira comparece ao Estádio Castelo Branca e entrega a Taça Souza Cruz (comprado por 800 cruzeiros em Fortaleza), oferecimento do representante Milton Correia.

O elenco caseiro, treinado pelo antigo jogador Felinto (atuou pelo Riachuelo Atlético Clube), são recebidos pela população com fogos de artifício e na segunda-feira é decretado feriado municipal.

Contra o Piauí

A festa para comemorar o título começa na manhã do domingo (20/8) com missa em ação de graças celebrada pelo cônego Ismar Fernandes, com a presença do prefeito Antonio Damásio e a primeira dama Rita Santo na igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição.

A tarde esportiva com a entregue do troféu de campeão ao presidente da Liga, José Trajano, com o capitão Beck e companheiros protagonistas da tradicional volta olímpica em torno do campo de jogo do Estádio Gentil Fernandes.

Em seguida o comando com o árbitro: Geraldo Soares (auxiliares: Francisco Brito e Luiz Gonzaga) para o amistoso Areia Branca 2 x 1 Piauí, o tetracampeão estadual (66/69). Gols: Castro (1), Fernando (15/2) e Pelé (31). Jonas perde pênalti (4/2).

Areia Branca: Almir, Beck, Mundinho, Marrom, Zé Mendonça, Marinho, Violeta, Manuel Felix, Jonas, Pelé e Fernando.

Piauí: Valdice, Dias, Galvão, Zezinho, Mazinho, Baé, Escurinho, Barbosa, Luzimar, Paulinho e Castro.

Até então o selecionado areia-branquense somava 18 jogos (cinco amistosos): 14 vitórias, três empates e uma derrota (contra São Tomé nas semifinais, mas acaba beneficiado pelo empate Goianinha x União/Nova Cruz).

E ainda programava, segundo o DN, amistoso contra o segundo colocado do interiorano para o outro domingo.

sexta-feira, 11 de junho de 2021

Saltadora cerrocoraense fica mais três semanas em São Paulo

A atleta cerrocoraense Regiclécia Cândido da Silva terminou em nono lugar a prova de salto triplo, no Troféu Brasil de Atletismo, que vai até este domingo (13), na cidade de Bragança Paulista, O professor Edilson Oliveira explicou ao blog que o desempenho "faz parte do processo" de evolução dela, pois a sua participação no torneio "pra efeito de treinamento foi importante", tanto que ela vai permanecer em São Paulo por mais três semanas, "visando participar de mais dois torneios e também melhorar suas condições técnicas e físicas".

Regiclécia Cândido será uma das duas atletas brasileiras inscritas para o salto triplo dos Jogos Pan-americanos de outubro, que acontecerá em Santiago do Chile. Ela saltou na pista de Bragança Paulista 12,55 metros na primeira tentativa, mas nas duas outras tentativas saltou abaixo dessa marca e não conseguiu se classificar entre as oito semifinalistas.

"Estava chovendo muito e ela não se sente bem em pista molhada, ainda é uma coisa que ela tem de se adaptar", reconheceu o professor Edilson Oliveira, que descobriu a saltadora no sítio Baixa Verde, na Serra de Santana. 


Regiclécia salta 12,55 metros, mas ainda tem quatro tentativas

A atleta Regiclécia Cândido da Silva já saltou duas vezes no Troféu Brasil de Atletismo, que se realiza em Bragança Paulista. Na primeira tentativa, ela fez 12,55 metros no salto triplo, já na segunda pulou 12,52 metros. Ela estava atrás de Paloma Dias Cardoso, que saltou 12,71 metros. Ao todo, cada uma das 14 atletas têm direito a seis tentativas. Maria Fernanda Lopes saltou 12,69 metros.

Irmão de "Ciço do Crediário" morre de Covid-19 no Mato Grosso do Sul

Luiz Eduardo: vítima de Covid-19
O comerciante Cícero Soares Eduardo, mais conhecido em Cerro Corá como "Ciço do Crediário", comunica no Facebook o falecimento de sue irmão Luiz Eduardo Soares, conhecido como "siri" ou "athuim", vítima de coronavírus. "Deus coloque num bom lugar", postou "Cíço do Crediário", cujo irmão residia em Campo Grande, capital do estado do Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste do país desde 2019. Solteiro, tinha 38 anos.


"Novinho" tenta trazer de volta atendimento eletrônico do Bradesco

O Prefeito Raimundo Marcelino (PSDB), o "Novinho", e o secretário municipal Finanças e Tributação, Miguel Neto, iniciaram negociações com representantes do Banco Bradesco para tentarem a reinstalação de um caixa eletrônico na cidade, depois dos prejuízos causados à população e aos servidores públicos municipais com a explosão por bandidos do caixa localizado na praça Tomaz Pereira de Araújo, no centro de Cerro Corá. 

Prefeito reúne-se com representantes do Bradesco para tentar reinstalar serviços de caixa eletrônico

Raimundo M. Borges ponderou que além das tratativas sobre o contrato que o Banco tem com o município para gerenciamento da Folha dePagamento dos Servidores, conforme Pregão Eletrônico n° 012/2019, foi aberto o diálogo sobre a possibilidade de reinstalação de um caixa eletrônico no município, "com o objetivo de fomentar a economia local e atender uma solicitação do comercio local, servidores, aposentados e demais usuários".

Segundo o Executivo, após a solicitação, feita na quinta-feira (10), município ficará no aguardo de uma resposta positiva por parte da direção do Bradesco. 

Regiclecia tenta hoje índice para Mundial na África

A atleta cerrocoraense Regiclecia Cândido da Silva será a sétima competidora a tentar, a partir das 10h50 desta sexta-feira (11), em Bragança Paulista, o índice mínimo de 12,90 metros no salto triplo, no Troféu Brasil, a fim de obter classificação para o Campeonato Mundial de Atletismo Sub-20, que ocorrerá em agosto, na capital do Quênia, Nairóbi.

Regiclecia Silva concorrerá com 14 atletas, mas no fim de maio ela já havia conseguido o índice de 12,82 metros para competir nos Jogos Pan-americanos de Santiago, no Chile, que ocorrerrerão em outubro. 
Lista de atletas que disputam o salto triplo 

quinta-feira, 10 de junho de 2021

Morre "Assizinho do Tupã", criador da primeira rádio de Cerro Corá

Assizinho perdeu luta contra o câncer, fundou primeira rádio, pirata, em Cerro Corá 

Em tratamento de câncer, acaba de falecer em Natal, "Assizinho do Tupã", como era conhecido Francisco de Assis Silva. Radialista na rádio Liberdade FM, abraçou um "robby" e uma paixão que tinha desde a adolescência nos anos 70 em Cerro Corá. 

Filho de agricultor, Assizinho ficou conhecido por ser um dos pioneiros em criação de rádio "pirata", assim chamada a emissora que não tinha autorização do governo federal para funcionar. 

"Assizinho" residia na Fazenda Tupã, na época ainda a qual pertencia ao minerador Sérvulo Pereira, quando fez um curso técnico de eletrônica por correspondência e em fascículos pelo Instituto Universal Brasileiro (IUB). A partir desses conhecimentos fabricou artesanalmente um transmissor e antena, criando uma rádio AM com alcance na Serra de Santana e até Bodó. 

A rádio durou pouco tempo, pois sabedor de que não podia funcionar regularmente sem autorização do então Departamento Nacional de Telecomunicações (Dentel), o próprio "Assizinho" tratou de lacrar toda a aparelhagem. 

"A rádio fez tanto sucesso que o então Secretário de Segurança Pública,  coronel Rubens Pereira, conseguiu um emprego pra ele na Secretaria de Segurança, onde ele atuou por algum tempo como operador de rádio amador", relembrou a servidora pública municipal, Ana Priscila, sobrinha dele e filha de sua irmã, Francisquinha Silva, viúva do saudoso Juarez Amaro. 

"Assizinho" tinha 66 anos, deixa cinco filhos. Antes de adoecer, Ele vinha apresentado, na rádio Liberdade FM,  os programas matinais Alvorada Sertaneja e Manhã na Liberdade.

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Covid-19 registra tendência de queda

Os números de casos suspeitos do novo coronavírus em Cerro Corá registram tendência de queda, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no começo da noite desta quarta-feira (09).  Os casos suspeitos da doença agora são 25, número que era de 38 na terça-feira (08) e 47 na segunda-feira (07). Mesma coisa ocorre em relação ao número de pacientes do Covid-19 que estão em tratamento domiciliar, que era de 87 há três dias, caiu para 82 e agora são 74.

O número de testes positivos que chegou a 28 pessoas num só dia, foi de seis pessoas hoje, sendo quatro pessoas no bairro Tancredo Neves e dois no centro da cidade, enquanto 13 pacientes que estavam em tratamento domiciliar, receberam alta. 

Até agora o números de pessoas acometidas de coronavirus em Cerro Corá é de 524 casos, 435 pessoas recuperadas. Três pacientes continuam em tratamento hospitalar, enquanto 12 pessoas morreram infectados pelo virus ou em consequência de sequelas provocadas pela doença.