sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Jaqueline Guedes exibe troféu ganho no projeto Ecofuturo em São Paulo


 Jaqueline Cândido Guedes ao lado do professor Josenildo Pinheiro exibindo troféu que ganhou em São Paulo, na noite do dia 7, por ocasião de entrega de prêmios do projeto Ecofuturo. Aluna da Escola Municipal Belmira Viana, do bairro Tancredo Neves (antiga Casa Velha), ela não ficou entre os três primeiros colocados, mas foi finalista: recebeu troféu, uma ecobag, certificado, teve o texto já publicado pelo instituto ecofuturo, inclusive a coletânea já foi entregue e recebeu uma coleção de livros. Como prêmio, Pinheiro recebeu as mesmas coisas que ela e a escola receberá uma coleção de 65 exemplares de livros literários. Abaixo, o trabalho premiado de Jaqueline Cândido.

"Uma estrela adolescente"
Você já percebeu como o tempo passa rápido? A vida é como o vento, não podemos vê-la, apenas sentimos. Somos eternos adolescentes em relação ao mundo, pois o percebemos de forma reflexiva, olhando para o passado; e percebemos que éramos só crianças e a vida nos ensinou as coisas importantes que somos obrigados a fazê-las ao longo de nossa existência.
A gente tem que olhar para o espelho e dizer: “sou uma estrela, aprendi que para brilhar preciso de conhecimentos, de minha família e, principalmente, de Deus, com Ele vou até o fim na certeza de que nunca vou apagar”.
Levo a vida cheia de estudos, de prazos, sim porque adoro ter dúvidas! Aí eu pesquiso até encontrar uma resposta, e se por acaso errar tenho a quem recorrer para me orientar a refazer o caminho. Adoro estudar, tenho uma boa educação em casa, na escola, agradeço a Deus por todo esse céu colorido e cheio de brilho que é minha vida; se fosse escuro certamente o Criador não estava ao meu lado.
Sou apenas uma adolescente novata nesse mundo, muitas vezes sem significado, com treze anos, que não sabe ainda realmente o que quer.
Amar e ajudar é fundamental, portanto se estiver errado em alguma coisa me procure, meu nome é Dúvida, minha estrela nunca desaparece, mas se renova a cada dia, a cada cometa que passa, a cada vento que sopra... Completa não sou, sou apenas uma estrela adolescente.

4 comentários:

José Valdir Julião disse...

Muito boa a crônica dessa garota em tão tenra idade, parabéns...

zilda juliao disse...

Parabéns!!!! muito boa..

Zilda Julião disse...

Cada idade tem a sua beleza e essa beleza deve sempre ser uma liberdade.

...PARABENS!

Serra de Santana disse...

Parabéns! Ela tem potencial como escritora