segunda-feira, 4 de maio de 2020

Paciente de Cerro Corá internado sob suspeita de Covid-19 em Caicó

Atualmente há oito pacientes internados no Hospital do Seridó, três em estado grave, sendo seis com suspeita e dois confirmados, informou o governo do Estado, através de sua Assessoria de Comunicação Social.  Os internados com suspeita são oriundos dos municípios de Cerro Corá (01); Currais Novos (01); Serra Negra (01); Jardim do Seridó (01); Jardim de Piranhas (01); e Campo Redondo (01), da região do Trairi.  Os confirmados são de Serra Negra (02).

O governo também divulgou uma avaliação do quadro de pandemia vivenciado por um servidor público municipal de Acari. "Estou me sentindo bem, mas não abro mão de continuar em casa. E recomendo que todos façam o mesmo: fiquem em casa”, disse Decênio Ribeiro, de 47 anos, que comemora a cura da covid-19 após dias de internação e incertezas sobre sua saúde.

Decênio Ribeiro deu entrada em uma unidade de saúde de sua cidade no dia 06 de abril, acometido dos sintomas típicos da doença. No dia 09, foi encaminhado para o Hospital Regional Telecila Freitas Fontes, em Caicó, onde ficou internado. O resultado do teste positivo para covid-19 saiu dia no dia 13 e a alta hospitalar ocorreu no dia 16, sob aplausos da equipe do hospital, pois todos consideraram o seu restabelecimento uma grande vitória em meio à luta contra o novo coronavírus, principalmente pelo fato de que ele seja portador de comorbidades, como diabetes, obesidade e hipertensão.

Ao voltar para casa, o servidor público cumpriu isolamento domiciliar absoluto, por duas semanas, onde permaneceu apenas no quarto. Somente a partir do último dia 30, ele iniciou contato com os familiares com quem mora.

Ribeito suspeita de ter contraído o vírus em Natal, quando veio para fazer um treinamento. Na Capital, ele circulou em ambientes fechados. “Isso foi antes do decreto restritivo que a governadora emitiu. Quando voltei para casa, comecei a sentir os sintomas uns oito a dez dias depois”, explicou.

Febre, garganta irritada e dor de cabeça foram os incômodos iniciais. “Como uma crise de sinusite muito, muito forte, mas que lhe deixa totalmente acamado”, compara. Ele procurou ajuda médica quando começou a sentir dores no peito. “No posto de saúde, me recomendaram isolamento domiciliar. A enfermeira atendia por vídeo chamada. Fiquei no quarto isolado. Tudo o que eu usava era descartado. Agora, continuamos com os cuidados essenciais, como máscara, higienização dos alimentos e uso de álcool a 70%”, disse.

Pelo fato de ser hipertenso, diabético e obeso, tem redobrado os cuidados na alimentação, reduzindo ao máximo sal, açúcares e gordura, e apostando em frutas e vegetais, além de abolir a fritura. O servidor público ainda passará por uma avaliação médica por causa do trabalho e por enquanto continua sob atestado.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), responsável pelo hospital que o atendeu, a região do Seridó registrou até essa segunda (4), 13 casos confirmados, dentre 328 notificados, dos quais 166 foram descartados. A taxa de letalidade é de 7,7%, com um óbito confirmado e dois em investigação.

2 comentários:

Luiz Gomes disse...

Boa noite tudo bem? Sou carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. Eu também posso te seguir. Novos amigos também são bem vindos.

https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

José Valdir Julião disse...

Seja bem-vindo!