quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Revestimento que caiu tinha 52 anos

Revestimento da parede da prefeitura de Cerro Corá que caiu com as chuvas deste dia 22, tinha 52 anos, informa o ex-prefeito João Batista de Melo Filho, foi colocado em 1966, na segunda gestão do falecido prefeito Sérvulo Pereira. Com relação às chuvas desta quinta, os pluviômetros da cidade registraram 90 milímetros no bairro Seridó, na saída para Currrais Novos; 93 mm na rua Gracindo Deitado, açude Eloy de Souza, 60 mm; Caern, 70 mm; Várzea dos Félix, 97 mm; Assentamento Vila "A", 90 mm e em comunidade de Ipueiras, onde o açude local na propriedade rural particular do ex-vereador "Manoel de Cláudio" passou a sangrar, choveu 100 milímetros

3 comentários:

Cassia Medeiros disse...

Sérvulo Pereira construiu bem construído, pois somente 52 anos depois o tempo destruiu, considerando-se aí as intervenções feitas no prédio ao longo desses anos por seus sucessores. O reboco já estava fragilizado e não suportou a infiltração das chuvas, e, acredito que o escoamento da água dos aparelhos de ar condicionado que foram ali instalados foi o causador inicial dessa infiltração no reboco. Mas o povo, orgulhoso de seu Palácio Municipal, espera a sua restauração mantendo-se o mesmo padrão atual (ou seria antigo?). E abençoadas sejam as chuvas que caem sobre a nossa cidade.

José Valdir Julião disse...

Certamente, o material empregado não é difícil de encontrar!

Vanilson Julião disse...

Certamente que não é difícil de encontrar. Se o blogueiro olhar bem o material de alvenaria empregado é o "quartzito", encontrado em quase ou em toda região seridoense. E barato.