segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Prefeita de Cerro Corá emite nota sobre incêndio de ônibus escolares



Ônibus estavam estacionados no pátio interno do Centro de Convivência de Idosos (CCI), na saída para a cidade de Bodó

A prefeita de Cerro Corá, Graça Oliveira (PSD) emitiu nota oficial, repudiando o ato de vandalismo que resultou no incêndio de quatro ônibus escolares, na noite de domingo (19). A prefeita classificou de "maldosa e criminosa" a forma como os vândalos atearam fogo nos veículos "que pertencem ao nosso povo", que foram adquiridos através do Programa Caminhos da Escola e serviam exclusivamente para o transporte dos nossos alunos. 

Graça Oliveira explica, na nota, que os ônibus estavam estacionados no pátio do Centro de Convivência de Idosos (CCI), no Tancredo Neves, na saída para o município de Bodó, e não em frente à escola Belmira Viana, como se noticiou inicialmente, "sob a guarda de vigilante noturno como de costume". 

Segundo a prefeita, todos eles passaram por processos de revisão e reparo nos últimos dias para que os alunos da rede pública de ensino fossem transportados a partir desta segunda-feira, dia 20, dia em que se iniciariam as aulas na rede pública municipal e estadual de ensino. 

"Tendo em vista o ocorrido, torna-se insustentável o início deste ano letivo como estava programado", disse a prefeita, na nota oficial. "Assim, pedimos a compreensão da nos
sa população ao mesmo tempo em que informamos que a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desportos juntamente a este Gabinete tomarão todas as medidas necessárias para que o ano letivo se inicie e transcorra dentro da sua normalidade", prossseguiu ela.

A prefeita anunciou que o novo calendário escolar será divulgado nestes próximos dias: "É muito triste ver o que a maldade e o ódio podem fazer com as pessoas. É muito triste ver como existem pessoas que se dispõem tão somente a fazer o mal a si mesmo e aos outros prejudicando vidas inocentes".

Graça Oliveira garantiu que a sua administração irá empreender e apoiar todos os esforços para que se inicie um processo de investigação e resulte na penalidade justa aos responsáveis por este crime. "Criminosos! Esta é a palavra que define, seja quem for, os responsáveis por este ato de vandalismo e depredação do patrimônio público. Reiteradamente, fica aqui a minha tristeza, o meu pesar e o nosso desejo de que a justiça divina e humana sejam cumpridas aos verdadeiros culpados. Fiquem todos sob a proteção de DeuS", finalizou a chefe do Poder Executivo de Cerro Corá.

Incêndios a quatro ônibus escolares deixam 2.500 alunos sem aulas

Ônibus escolar servia para transporte de alunos da rede estadual e municipal de ensino em Cerro Corá.

Imagens dizem por si só: veiculos escolares viraram entulhos


O vandalismo que surpreendeu a comunidade de Cerro Corá no fim da noite de domingo deixou um rastro de destruição. O ato criminoso surpreendeu toda a população, autoridades públicas e a comunidade escolar, que ficou sem aulas nesta segunda-feira (20), quando estava programado o início do ano letivo nos estabelecimentos de ensino, nas zonas urbana e rural do municípios.

A prefeita de Cerro Corá, Graça Oliveira (PSD), lamenta o episódio e o prejuízo que o ato de vandalismo venha a trazer para os estudantes. Ela disse que todas as providências serão tomadas, a fim de que o início das aulas ocorra com brevidade, mesmo diante da situação em que ficou o transporte escolar.

Segundo a prefeita, em torno de 2.500 alunos estão sem aulas, no momento, mas que o crime também afetou estudantes da rede estadual de ensino, principalmente da zona rural, que se deslocam à noite para estudar na Escola Estadual Sebastiana Noga.

Graça Oliveira continuou: "A gente tinha organizado toda a frota, comprado pneus e baterias novos, trocado óleo de motor”. Agora, segundo a prefeita, aguarda-se, na manhã desta segunda-feira, a vinda de Currais Novos da Policia Civil para fazer os primeiros levantamentos a respeito do ato de vandalismo, que é um crime contra o patrimônio público e daí abrir as investigações e o inquérito policial para se chegar aos autores do crime. “O vigia também foi um herói, evitou que outros veículos fossem incendiados”, encerrou ela.


,







domingo, 19 de fevereiro de 2017

Vândalos tocam fogo em ônibus escolares em Cerro Corá

Vandalismo que toma conta do país chega a Cerro Corá. O flagrante é de uma moradora do bairro Tancredo Neves do incêndio de ônibus escolares em frente da Escola Municipal Belmira Viana. O ato de vandalismo pega de surpresa a administração da prefeita Graça Oliveira (PSD), que já havia anunciado para esta segunda-feira (20) a abertura do ano letivo nas escolas do município. A conta é de que incendiaram quatro ônibus, num ataque que começou entre 23:15 e 23:25 conforme as primeiras informações postadas por internautas em grupos no mensageiro wathsapp.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Vereador esquece que irmão ganhou liminar contra perserguição política

Já na primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Cerro Corá, os cinco vereadores da oposição apresentaram um cartão de visitas à prefeita Graça Oliveira (PSD). O vereador Rodolfo Rodrigues (PSDB) alegou, por exemplo, que a prefeita está fazendo remanejamento de servidores "como se fosse perseguição política", uma prática, segundo a própria Justiça, que chegou a ocorrer na gestão anterior. Razão pela qual, o ex-vereador Evilásio Bezerra e agora secretário municipal de Administração, havia conseguido permanecer em seu local de trabalho, de origem, no posto de saúde do povoado Albino, ao invés de atuar na unidade básica do sitio Manjericão, no Sertão.

O vereador Rodolfo Rodrigues esqueceu que o próprio irmão dele - José Rodrigues Neto é servidor público municipal e também havia ganho mandado de segurança uma ação judicial em tramitação na Comarca de Currais Novos contra o ex-prefeito "Novinho" pela mesma razão e, principalmente, por motivação política, porque Rodrigo havia sido candidato a vereador pelo PPS em 2008, ano da primeira eleição de "Novinho". 

Sem apresentar algum projeto novo pra cidade, os primeiros pronunciamentos tiveram mais um viéis político, a começar do vereador Felipe da Silva (DEM), que é filho do ex-prefeito Raimundo Marcelino Borges, e cobrou a revogação da contribuição de iluminação pública, a qual foi, justamente, uma propositura do próprio Poder Executivo no período em que o pai era prefeito.

Quanto ao vereador Emanoel Gomes (PMDB) a crítica foi a respeito da circulação das carretas da eólica Gestamp com destino à Serra da Rajada, no Sertão, pelo centro da cidade, acordo firmado com a empresa também na administração do ex-prefeito "Novinho".

O presidente da Câmara Municipal, vereador Valderi Joaquim Borges (DEM), o "Valdinho", que é sobrinho do ex-prefeito, criticou a falta de transparência no site da prefeitura, quando o link está la, inclusive apontando receitas e despesas, além de contratos firmados com pessoal da saúde terceirizado.

As contradições dos vereadores oposicionistas também foram criticadas pelo vereador situacionista Maciel Freire (PDT), principalmente em relação a informação prestada pelo vereador Emanoel Gomes, que teria acusado a prefeita Graça Oliveira de perseguir o irmão - José Gomes, tirando-o do Serviço de Pronto-Atendimento de Urgência (Samu), quando na verdade "Dedé" era lotado na Samu de Bodó, por decisão do prefeito Marcelo Porto daquela cidade a 11 quilõmetros de Natal.










quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Câmara Municipal aprova mudança de data da sessão por cinco a três

Por cinco a três, a Câmara Municipal de Cerro Corá aprovou a transferência das sessões ordinárias da quarta para a sexta-feira. A primeira sessão do ano, depois da leitura anual da mensagem da prefeita Graça Oliveira (PSD) já ocorre na noite desta sexta-feira (17), informa o presidente da Casa, vereador Valderi Borges (DEM). Na sessão extraordinária da noite de quarta (15), a bancada da oposição votou favoravelmente à mudança, enquanto a bancada situacionista votou contra, ausente o vereador Aldo Maciel (PSD).

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Câmara Municipal decide novo dia pra realizar sessão ordinária

O presidente da Câmara Municipal de Cerro Corá, vereador Valderi Borges (DEM), o "Valdinho", confirmou que, logo após a sessão de reabertura do ano legislativo com a leitura da mensagem anual da prefeita Graça Oliveira (PSD), será convocada a realização de uma sessão extraordinária, a fim de votar a transferência das sessões ordinárias, que ocorrem toda noite de quarta-feira, para o mesmo horário da sexta-feira.

Graça lê primeira mensagem anual na reabertura da Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Cerro Corá retoma as atividades legislativas, a partir das 19 horas de hoje, com a leitura da mensagem anual da prefeita Graça Oliveira (PSD), a primeira que ela faz do mandato a expirar em 2020. Aos nove vereadores, a chefe do Poder Executivo, em Cerro Corá, deverá expor o que fez nos primeiros 45 dias de gestão e como encontrou o município. A prefeita também deve anunciar metas pra o restante do ano, com as informações repassadas pelas diversas pastas que compõem a administração do município.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Carnaval em Cerro Corá já tem patrocínio de quase 140 pessoas físicas e jurídicas

Sem o patrocinio público em virtude, sobretudo de recomendações do Ministério Público, da estiagem que atinge a maioria dos 167 municipios do Rio Grande do Norte, o Carnaval deste ano em Cerro Corá tem o apoio, até agora, de pelo menos 138 pessoas físicas e jurídicas. "A cada dia que passa a quantidade de patrocinadores aumenta, cresce a adesão, isso demonstrar a tamanha potencialidade do comercio de nosso município, até os empresários da Zona Rural (Serra de Santana) abraçaram a causa", diz o coordenador municipal de Cultura, João Marcelo Pereira.

João M. Pereira disse que, no momento, conseguiu-se levantar os recursos necessários para a realização de três dias de Carnaval. "Tudo está caminhando bem e acredito que conseguiremos mais apoiadores para realizarmos quatro dias de festa carnavalesca", disse ele.



Patrocinadores Carnaval
em Cerro Corá - 2017


A Bodega (Kelly)
Armarinho Arte Cor (Holga)
Bar Mirante (Pipila)
Climare Refrigeração (Ricardo)
Clínica de Olhos Altiva Pereira
Clinal (André e Vanessa)
Farmácia Santa Luzia (Téogenes)
Farmácia Yasmin (Wilson)
Farmácia Seridó (Téogenes)
HS Imóveis (Fabio)
Kiosk do Iromar
Kiosk do Magão
Lira Lanches (Jorge Lira)
Panificadora Cerrocoraense (João Alfredo)
Mercado Cipra III (Cleidinha)
Agua de Coco (Canindé)
Pizzaria do Tete
Panificadora São Luiz (Betinho)
Pousada Central (Dona Tenir)
Pousada Colina dos Flamboyants
Rafas Confecções (Lucia)
Geraldo França
Raimundo Costa
Cacilda Bolos
Sales Ezequiel
Tadeu
Célia Guimarães
Adevaldo Oliveira
Binha (Engipec)
Ivanilson Contabilidade
Evilasio Bezerra
Robinho
Severino Candido
Moura & Diniz Advogados 
Santos Capote
Mercadinho Bom Preço (Andreza)
Lanchonete Itamar
Ana Paula e Breno
Maciel de Doca
Valdinha de Waldenar
Neto Moto Peças (Neto Paz)
Clecia Guimarães
Bloco Itaperua
Tales Gomes
Ramayana Fhashion
Rede Sérido
Açaí da Serra
Confiança Contabilidade (Miguel Neto)
CG Construções (Cabrinha)
Ótica Gracinha
Andreza Amarante
Petrucio e Simone
JÁ Comunicação Visual
Crediário Santa Luzia (Melry e Edimar)
Leandra Salgados
Blog DjAildo (Aildo)
FES Confecções (Edson de Chiquinho)
Galeria Celebrar (Joca)
Coco
Jailson Araújo
Vereador Aldin
Gon Cosmedicos (Gonzaga)
Malry Veste
Cleyton Emater
Lotérica Serrana
Aromas Perfumaria (Ananilha)
Lurdinha Roupas e Acessórios
Supermercado Serrano (Lena)
Kitanda Medeiros
L&N Modas (Neuma)
Bar do Luiz (Katar)
Mady Modas e Acessórios
Academia Power Fitness
Ponto da Carne (Patrícia e Raimundo)
Top Lanches
Motel Love
Alicia Modas
Patrocinador Oculto
Ivonise Dantas
Toca do Erivan
Vereadora Graça Santos
Lula Material Construção
ZAJA Confecções (Zeca Araújo)
Emanuel Móveis
Vereador Emanuel
Supermercado Cerrocoraense (Veronica Galvão)
Itamarzinho
Carlos Cabral (Carlinhos)
Britos Auto Peças
SupergásBras
Hiper da Construção
Delicias da Tê
Alcindo Peças
Nilson Davi
Demir Variedades
Castanha Marcelino
Academia Serrana
João Da Goma
Churrascaria Dois Irmãos
Celio e Celso Moto Peças
Francinaldo da Tapioca
Felipe Vereador
Souza Verdura
Joca da Verdura
Casa da Carne Padre Cícero
Veloz Net
Mercado de Seu Sérvulo
Marly Galvão
Edson Currais Novos
Vivaldo Evaristo
Socorro Moura
João Maria Contador
Alice Maria Secretária de Educação
Kênio Lucena
Bar do Rato (Ivones)
Arte em Madeira
Jaílson Mercadinho Tancredo Neves
Ruan Variedades
Itanildo Lava CAR
Vera Guedes
Welington da Van
Mariano Galvão (Viagens)
Donanna (Karine Galvão)
Veronica Galvão
Bloco Bumbo do Bacurau
Artesanato Serrano (Edilma)
Posto Opção
Valdinho, vereador
Rodoldo, vereador
Taninha Confecções
João Alexandre
Everaldo (ex-presidente da Câmara)
Erinho, vereador
Ronaldo Vilar
Charles, vereador
VConserta
Debinha
Soninha

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Iniciativa privada banca Carnaval em Cerro Corá com orçamento R$ 14 mil

Com o apoio do comércio e de pessoas físicas, o Carnaval deste ano não terá recursos públicos em face de recomendação do Ministério Público, a exemplo de anos anteriores, em função da seca e da crise pelas quais passam os municipios do Rio Grande do Norte. Com um orçamento enxuto de R$ 14 mil, a arrecadação está praticamente fechada, segundo o empreendedor João Marcelo Pereira, que participa da organização do Carnaval em Cerro Corá.

Bandas e artistas cerrocoraenses estão sendo prestigiados e vão se apresentar no Carnaval da cidade entre os dias 25 e 28 de fevereiro: Raynel Guedes, Som de Vinil, Jailson Araújo, além de Rodrigo Potyguar, um artista de Parelhas com repertório classico do Carnaval, Forró pra Ostentar e Pisada de Luxo.

Cerro Corá tem tradição carnavalesca desde os anos 50, espera-se, como já é comum, a presença de foliões de outras cidades vizinhas que não costumam fazer Carnaval, como São Tomé, Bodó e Lagoa Nova, alem de visitantes de Natal e Currais Novos.  

A exemplo de outras cidades mais tradicionais, como Macau, onde o prefeito Túlio Lemos ja informou que o município não terá condições de investir no Carnaval e São Tomé, que da mesma forma o prefeito Anteomoar Pereira, o "Babá", também anunciou que não fará festejos carnavalescos este ano.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Liminar concedida ao MPF protege área de sítio arqueológico em Santana do Matos

O Ministério Público Federal (MPF) em Assu obteve uma liminar que obriga o vereador Aírton Ovídio de Azevedo, conhecido como “Mago de Miro”, a paralisar uma obra realizada em área ocupada ilegalmente, no interior do Rio Grande do Norte. O espaço onde o réu vinha construindo uma quadra esportiva fica dentro do Sítio Arqueológico Santa Maria, no Município de Santana do Matos, que contém pinturas rupestres pré-históricas.

Também são réus na ação civil pública impetrada pelo MPF o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a União Federal, esta última a dona da área ocupada. Em uma vistoria realizada pelo Iphan, constatou-se que a quadra vinha sendo construída por Aírton Ovídio, sem que a prefeitura local sequer fosse consultada sobre a obra e não tendo emitido qualquer alvará a respeito.

Na ação de autoria do procurador da República Victor Queiroga, o MPF aponta que a construção representa uma “grave agressão à integridade do sítio arqueológico”. O artigo 3º da Lei nº 3.924/61, que dispõe sobre os monumentos arqueológicos e pré-históricos, proíbe o aproveitamento econômico dos sítios arqueológicos e a obra em Santana do Matos pode causar impactos irreversíveis à integridade do Santa Maria.

Pinturas – O sítio arqueológico Santa Maria apresenta vários painéis de pinturas rupestres da tradição agreste, com representações temáticas englobando formas humanas e de animais, além de símbolos não identificáveis. No mérito da ação, além da paralisação da obra, o MPF requer que o réu deixe a área, demolindo todas as construções irregulares e retirando todo material do local

A decisão liminar, que prevê multa diária de R$ 1 mil caso o vereador não paralise as obras, foi do magistrado Arnaldo Pereira Segundo. O processo tramita na Justiça Federal sob o número 0800040-85.2017.4.05.8403.

Assescom/MPF