sábado, 14 de setembro de 2013

"Entrave burocrático" é justificativa de vice-prefeito para atraso de obras

A reforma da praça Tomaz Pereira de Araújo, que ganhou um espigão, foi um dos temas abordados pelo vice-prefeito João Batista de Melo Filho durante o programa radiofônico de meia hora da prefeitura - "Cerro Corá comprometido com você", na rádio comunitária Liberdade FM. Ele disse que o município já usou 50% dos recursos encaminhado pelo Ministério do Turismo e que, agora, vai partir em busca de mais recursos do governo federal. "Joãozinho" justificou o atraso da obra, por exemplo, ao "entrave" que existe na liberação de recursos e exige 'muita perservança" da parte da gestão municipal. Mesmo expediente, ele usou para justificar o atraso na creche do tipo "B", que está praticamente concluida na entrada do bairro Seridó, inclusive para a compra do mobiliário.

2 comentários:

romário josé disse...

Cerro Corá ta é virando um canteiro de obras,de obras paradas,ô lugarzinho pra faltar verba pra termina o que se foi começado!!

Anônimo disse...

E nao eh mais um centro de turismo, eh um arranha-ceu?