segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A guisa de esclarecimento


Vamos por parte. Primeiro, ao contrário do blog "cerrocoranews", que aceita comentários e opiniões diversas e de toda a comunidade cerrocoraense e da net, não consegui, em outras oportunidades que procurei no blog de Aildo Bernardo, postar comentários acerca de noticias importantes que foram publicadas em seu blog.

Em segundo lugar, gostaria de ter analisado a questão relacionada à Praça Tomaz Pereira de Araújo, na sessão de comentário do blog “comunicandocerrocorarn”, mas, “adelante”:

O que diz o “djaildo":

“Não conseguimos entender o porquê de tantas polêmicas a respeito da reforma da Praça Tomaz Pereira em Cerro Corá, um projeto dinâmico e moderno que os nossos filhos, netos e outros parentes terão a oportunidade de desfrutarem no futuro, falam no tradicional, que estão acabando com a história de Cerro Corá, fico imaginando se a cidade não estivesse progredindo, certamente o falatório e comentários seriam bem maior.

Meu amigo jornalista Valdir Julião em seu blog, questionou a foto da maquete em que mostra o busto do homenageado com o nome da praça, o Tomaz Pereira, voltado para o lado da residência da família, este mesmo busto, nunca teve cuidados especiais em nenhuma administração, mais agora ao conversarmos com o arquiteto Álvaro Melo que nos falou a respeito deste assunto, ele nos informou que o busto ficará em frente a casa da família Pereira com a face voltada para quem chega e será protegido por uma fonte de água para evitar as depredações que ele sofria antigamente.

O blog, estará conversando com Álvaro Melo, em breve, já que no momento ele está em plena campanha eleitoral, na disputa por uma vaga na casa legislativa.

O que podemos dizer:

Realmente, fica difícil entender, porque, em momento nenhum, o blog “cerrocoranews” se posicionou contrário a restauração, reforma ou revitalização da Praça Tomaz Pereira.  Polêmica também não é, trouxemos a luz do debate público, uma coisa que ficou à margem do esclarecimento à população cerrocoraense, de um modo geral, que podia ter sido, inclusive, objeto de audiência pública na Câmara Municipal, com a participação do Poder Executivo, o que, salvo engano, não me consta até agora.

Em segundo lugar, somos a favor de qualquer projeto paisagístico e urbanístico que melhore o visual da praça e do centro da cidade. Terceiro, tememos que os filhos, netos e parentes a que se reporta ‘djaildo’ venham, realmente, a desfrutar da praça, no futuro, se ela está diminuindo de tamanho, com a inclusão de um equipamento que destoa de todo um lay out ou projeto arquitetônico, dito “moderno", de uma praça pública.

Em quarto lugar, não se falou em tradicional, falou-se na História, de uma cidade, que foi relegada a segundo plano, independentemente da “repaginação” que o pedestal venha a ter. O busto tinha de continuar voltado para a entrada da cidade, de quem vem pela Rua Monsenhor Paulo Herôncio de Melo.

Também não foi dito que a cidade não está progredindo, pelo contrário, a cidade avançou, timidamente, mas avançou, apesar de todos os percalços. Todos os gestores públicos, desde a emancipação política na primeira década dos anos 50, contribuíram de alguma forma para o desenvolvimento da cidade, uns menos, outros mais, cada um a seu jeito. Inclusive, o blog "cerrocoranews” publicou diversos posts em que mostra, ultimamente, o avanço do PIB municipal, o produto interno bruto, que é a soma de todas as riquezas produzidas em Cerro Corá, cujo PIB per capita é, inclusive, superior a de outros municípios vizinhos e da região Serra de Santana e de mesmo porte.

Com relação a uma suposta recolocação do busto de Tomaz Pereira voltado para o prédio do Bradesco. Só tenho a dizer o seguinte: responsavelmente e com decisão acertada, o arquiteto Álvaro Melo, como a pessoa que assina o projeto, segundo ele próprio, admitiu que houve uma falha técnica na concepção da maquete. Talvez o blogueiro “djaildo” não tenha visto o arquiteto dizer isso na rede social Facebook, embora Álvaro Melo, como pessoa responsável, tenha aberto um parêntese na sua campanha política para esclarecer a questão.

O que fizemos em relação à maquete, foi apenas alertar pra um problema, visto a olho nu, que o “djaildo”, talvez por pressa, não teve o cuidado de vislumbrar e detectar quando da publicação, em seu blog, da reprodução da maquete. Se houve um erro na maquete, também é de bom alvitre dar uma olhada no projeto como um todo, que é uma coisa muito mais elaborada e complexa de se fazer, muito mais do que uma maquete.

Com relação ao mal cuidado busto de Tomaz Pereira, nos últimos anos, é público e notório. Toda a população cerrocoraense e alguém que conhece bem a sua história, ou geriu o destino da cidade, sabe que faltava limpeza do artefato de bronze, assim como qualquer placa comemorativa ou de homenagem a algum ilustre cerrocoraense que já não está entre nós.  É o que chamamos de lustrar, pelo menos isso, o busto de metal.

Já em relação a “piscininha” em volta do busto e do quadrilátero que vai dar suporte a ele, não impedirá que algum gaiato o deprede, mas a “piscininha”, não fosse o palco de alvenaria, daria, realmente, um charme muito especial à nova praça Tomaz Pereira de Araújo.

Assim como outros equipamentos públicos, que por ventura não tenham sido cuidados, ou tenham sido cuidados, a resposta deve ficar com outros gestores públicos que antecederam o prefeito Raimundo Marcelino Borges, o “Novinho”, casos de José Luiz de Azevedo, em uma oportunidade; Raimundo de Brito, o “Raimundinho” e ainda Clidenor Pereira de Araújo Filho, o “Codô”, também uma vez, além de João Batista de Melo Filho, quatro vezes prefeito do município, que ainda estão ai.

Por fim, a questão do erro da maquete, é apenas um fio secundário de um foco maior, que é a construção de um palco, desproporcional ao tamanho e à área da Praça Tomaz Pereira, uma questão que não pode ser desviada por causa de um equívoco da maquete (José Valdir Julião).


3 comentários:

Jefferson Silva disse...

Caro Valdir Julião, dê uma olhada no blog do Rodrigues Neto.

http://rodriguesneto23000.blogspot.com.br/2012/08/a-polemica-sobre-praca-tomaz-pereira.html

Anônimo disse...

Excelente o comentário de Rodrigues Neto. Muito esclarecedor. Deve ser reproduzido neste espaço.

Anônimo disse...

O que ninguem entende é blog que até uns dias atras de vez enquanto criticava a atual administração e de uma hora para outra mudou o discurso o que foi que ouve?