sábado, 22 de outubro de 2011

Morre Afonso, ex-delegado de Cerro Corá

O blog registra a morte e sepultamento, na tarde de sexta-feira, dia 21, do tenente da reserva da Polícia Militar, Afonso, que foi delegado de Cerro Corá no final dos anos 50. Pêsames do blog ao seu irmão Severino dos Correios, que é casada com a nossa conterrânea Vera Galvão,  que também era irmã da saudosa Leleide.

5 comentários:

GIL ASSUNÇÃO FILHO disse...

Meus pêsames à família e aos amigos verdadeiros do ex-delegado seridoense.

Ivanilson disse...

Enluto-me com a familia.
Afonso era uma figura ímpar. Sempre que nos encontrávamos, era uma conversa regada a muita sabedoria que era o forte desse grande homem.
Tinha uma memória invejável e se orgulhava os amigos de Cêrro Corá que matinham a amizade até hoje. Era um amigo por quem sempre devotei uma grande admiração.
Que Deus te receba em Seus braços.

José Valdir Julião disse...

Caro Ivanilson, o tenente Afonso, quando morou no cj Jiqui, chegou a visitar a casa de meu pai algumas vezes, foi lá que o conheci e soube que tinha sido delegado em Cerro Corá... uma pessoa amável e de grande caráter...

Angelo Dantas disse...

Boa tarde.
Foi através deste blog que tomei conhecimento da passagem do tenente Afonso, como delegado de polícia, pela cidade de Cerro-Corá.
Não tive a satisfação de alcança-lo em serviço ativo na PM, pois ingressei na corporação em janeiro de 1982. Porém, tive a grande alegria de conhece-lo pessoalmente havia cerca de dois anos passados. Além do mais, um seu filho é nosso colega (tenente coronel Alvibá).
Foi com profundo pesar que recebi tão triste notícia, poucas horas depois.
No meu blog, publiquei rápidas informações sobre o tenente Afonso, inclusive, algumas fotos.
Que Deus conforte a sua querida familia e o mantenha pela vida eterna.
Angelo Mario de Azevedo Dantas

http://coronelangelodantas.blogspot.com/

José Valdir Julião disse...

Boa tarde.
Foi através deste blog que tomei conhecimento da passagem do tenente Afonso, como delegado de polícia, pela cidade de Cerro-Corá.
Não tive a satisfação de alcança-lo em serviço ativo na PM, pois ingressei na corporação em janeiro de 1982. Porém, tive a grande alegria de conhece-lo pessoalmente havia cerca de dois anos passados. Além do mais, um seu filho é nosso colega (tenente coronel Alvibá).
Foi com profundo pesar que recebi tão triste notícia, poucas horas depois.
No meu blog, publiquei rápidas informações sobre o tenente Afonso, inclusive, algumas fotos.
Que Deus conforte a sua querida familia e o mantenha pela vida eterna.
Angelo Mario de Azevedo Dantas